Pollyanna Pazito Pereira, Enfermeira e pessoa com doença reumática – MINHA VIDA IMPORTA

Sou Pollyanna Pazito Pereira, 36 anos, de Vitória – ES. Tenho Diagnóstico de Lúpus Eritematoso Sistêmico e faço tratamento com medicamento biológico belimumabe, além de outros medicamentos.

Sou Enfermeira e desde o início da pandemia, precisei me afastar do meu trabalho, pois sou da linha de frente. Devido ao tratamento com medicamento biológico existe maior risco diante a minha função. Também moro com minha mãe, e devido a idade, se enquadra no grupo de risco. Foram 3 meses de adaptação, primeiro me afastei totalmente do trabalho e atualmente me adaptei a fazer serviço home office.

No começo foi difícil a aceitação por ser profissional de saúde e não poder agir frente um momento tão delicado como a situação de pandemia. As adaptações de cuidados com a saúde diante o Covid-19 são realizadas devidamente no meu convívio, sigo fazendo ações de isolamento social correto, evito ao máximo aglomerações, faço distanciamento das pessoas quando estou em público, higienizações adequadas de ambientes e alimentos, lavagem das mãos e uso de máscara.

Essa situação de isolamento social acaba trazendo transtornos também à saúde mental e para tornar o isolamento tolerável é muito importante construir uma nova rotina, não ficar de pijamas e buscar atividades criativas, como artesanatos, pintar, organizar fotografias, leitura, ouvir música, e manter atividade física. É preciso nos mantermos distantes, mas conectados, não perder a conexão com amigos e familiares, hoje facilitada pela internet.

Acredito que se todos fizerem sua parte e criarem hábitos de realizar as ações básicas necessárias para evitar a propagação do Coronavírus, pensando também no próximo, as chances de sairmos dessa situação só vão aumentar e com certeza os danos serão menores. Precisamos de paciência, positividade e fé!

Quanto profissional de saúde eu procuro orientar a todos sempre que posso, o Brasil precisa entender que precisamos jogar do mesmo lado contra esse vírus! Exercer a tão famosa palavra EMPATIA, que nada mais é que pensar no outro, se colocar no lugar dele e se adaptar ao ” novo normal” causado pela Pandemia.

Ser consciente, esse é o caminho! Todas as vidas importam e a MINHA VIDA IMPORTA!

Faça como a Pollyanna, envie um pequeno depoimento para o e-mail eluar@eluar.org.br informando como você está agindo e enfrentando o isolamento social e a COVID-19, e envie sua foto segurando um cartaz em branco (nós inserimos a frase para você) ou com a frase, “Minha Vida Importa“. Participe!

#MinhaVidaImporta #VidasImportam #InstitutoEluar #campanhacovid19 #Reumatologia #Lupus #ArtriteReumatoide #EspondiliteAnquilosante #Coronavirus


Instituto Eluar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.